CFP

Clube Filatélico de Portugal

As Perfurações em Inteiros Postais PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Luís Armando Barroso   
Domingo, 24 Janeiro 2010 17:19
 

As Perfurações em Inteiros Postais

                                                                                                                                                            Barroso 
 Luís Armando Barroso

 

De volta às “nossas” Perfurações Postais, resolvemos desta vez, vir abordar um capítulo  cujo material que o constitui, é dos mais procurados pelos coleccionadores deste ramo da história postal, referimo-nos aos Inteiros Postais.

De facto, dentro das perfurações portuguesas e, creio que mesmo nas estrangeira, as peças circuladas mais raras, sendo por isso as mais difíceis de encontrar, são sem dúvida alguma os Inteiros Postais.

Por estranho que pareça, e atentemos que a mais recente perfuração conhecida data do ano de 1998 e aparece num selo da taxa de 49$00 da emissão “Profissões e Personagens do Séc. XIX” - 3º grupo, (perfuração “P.M.T.” da firma Promatex Lda), não é do nosso conhecimento a existência de qualquer Inteiro perfurado a partir de 1950. A última data conhecida é 24 de Dezembro de 1949 (fig.6).

As perfurações em Inteiros Postais podem ser divididas em três grupos:

a)        inteiros com perfurações existentes apenas nos adicionais;

b)       inteiros vendidos com selo adesivo perfurado;

c)        inteiros com perfurações neles próprios.

Vejamos então:

a)  Inteiros com perfuração existentes apenas nos adicionais (2 exemplos):

 
f1  f1a
Fig. 1 - Inteiro postal (OM 112) enviado de Lisboa (21.01.49)para S.João da Madeira (22.01.49). Porte interno simples.
 
f2 f2a
Fig. 2 - I.P.(OM 73) enviado de Lisboa (13.10.23)para Hamburgo (18.10.23). Porte internacional simples.

 

b) Inteiros vendidos com selo adesivo perfurado

tb1
 
f3 f3a
Fig. 3 - Carta de Lisboa (27.12.96) para Soure. Porte interno simples.
 
f4 f4a
Fig. 4 - Inteiro postal de Lisboa (01.11.12)para França Porte internacional simples.
 
f5 f5a
Fig. 5 - Inteiro Postal de Coimbra(20.12.16) para Lisboa (22.12.16). Porte interno simples.

 

c) Perfurações nos próprios Inteiros

tb2
 

Como é já do conhecimento geral as perfurações em Portugal foram autorizadas pela Circular nº 13 dos CTT, de 5 de Abril de 1884, assinada pelo Director Geral Guilhermino Augusto de Barros, com base no exposto na Portaria de 31 de Março desse mesmo ano, assinada por António Augusto de Aguiar, pelo que a partir dessa data, estas puderam ser aplicadas tanto em selos, como em Inteiros Postais.

No que respeita a legislação conhecem-se ainda os Estatutos do Selo publicados respectivamente, no Dec. Lei nº 42.417 de 27 de Junho de 1959 e no Dec. Lei nº 360 de 3 de Setembro de 1985, os quais reiteram o enunciado na Portaria de 1884.

Passamos de seguida a apresentar alguns dos Inteiros Postais perfurados, que são do nosso conhecimento e estão indicados no quadro anterior, apelando desde já aos nossos filatelistas para que, no caso de conhecerem algo diferente nos informem disso.

 

f6 f6a
Fig.  6 - Inteiro Postal (OM 68) enviado de Lisboa para o Porto(8.12.21).Porte interno simples.
 
f7 f7a
Fig. 7 - Inteiro Postal (OM 115) enviado de Lisboa em 24.12.49 para o Porto. Porte interno simples.
 
f8 f8a
Fig. 8 - Inteiro Postal (OM 74)circulado em Lisboa (28.10.26). Porte interno simples.
 
f9 f9a
Fig. 9 - Inteiro Postal  (OM 98) enviado de Lisboa (28..03.47) para Almendra (Douro) (29.03.47).Porte interno simples.
 
f10a
 
f10
Fig. 10 - Inteiro Postal (OM 31) enviado de Lisboa (20.01.01)para Alcobaça (22.01.01). Porte interno simples
 
f11
Fig. 11 - Inteiro Postal (OM 36) enviado de Lisboa (24.03.02) para Anvers (28.03.02).Porte internacional simples.
 
f12
Fig. 12 - Inteiro Postal (OM 53) enviado de Lisboa (27.05.11) para Berlim. Porte internacional simples.
 
f13
Fig. 13 - Inteiro Postal (OM 57) enviado de Lisboa (01.03.11) para a Áustria. Porte internacional simples.
 
 f14
Fig. 14 - Inteiro Postal (OM 59)enviado de Lisboa (30.08.12) para Évora. Porte interno simples.
 
f15 f15a
Fig. 15 - Selo adesivo contendo perfuração “C I”   sobre carta com igual perfuração
 
f16
Fig. 16 - Carta Postal de Coimbra (23.12.35) para o Porto (24.12.35). Porte interno simples.
 
f17 f17a
Fig. 17 - Inteiro Postal (OM 59)enviado de Lisboa (06.05.17) ao Porto. Porte interno simples.
 
f18 f18a
Fig . 18 - Inteiro Postal (OM 135) circulado em Lisboa (09.01.57). Porte interno simples.
NOTA: em tempo oportuno voltaremos com um estudo sobre esta marca.

E, pronto. Aqui fica apresentado o que conhecemos sobre o tema.

Resta-nos, como mandam as regras da sã convivência e boa educação, agradecer as “ajudas” dos amigos Guilherme Rodrigues e Hernâni Matos,  os  quais como eu, (que se nos perdoe a imodéstia) temos o sublimado gosto de apreciar e valorizar, também, os Inteiros Postais.

A eles, o meu obrigado.

 

Actualizado em Domingo, 24 Janeiro 2010 18:14
 

Procura

Temas Relacionados

 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack